Afiliadas
Você está em:
DF - Brasília
105.5 FM
Filtrar por Regiões
Todas
Nordeste
Norte
Centro-Oeste
Sudeste
Sul
DF - Brasília
105.5 FM
MG - Belo Horizonte
96.5 FM
GO - Goiânia
Rede
MT - Vera
90.9 FM
PA - Tucuruí
90.9 FM
RO - Ariquemes
92.3 FM
RO - Conesul
100.9 FM
RO - Ji-Paraná
93.7 FM
RO - São Francisco do Guaporé
88.7 FM
RO - São Miguel do Guaporé
99.7 FM
MG - Bueno Brandão
88.3 FM
MG - Buritis
91.9 FM
MG - Medeiros – Circuito da Canastra
107.5 FM
MG - Divino
102.9 FM
MG - Fervedouro
90.3 FM
MG - Sul de Minas
103.1 FM
MG - Taiobeiras
107.1 FM
MG - Unaí
93.1 FM
SP - Barretos
100.1 FM
SP - Catanduva
106.9 FM
SP - Centro-Oeste Paulista
88.7 FM
SP - Itapeva
93.5 FM
SP - Pirassununga
90.1 FM
SP - São José do Rio Preto
88.9 FM
PR - Foz do Iguaçu
93.7 FM
PR - Palotina
99.3 FM
RS - Erechim
90.7 FM
RS - Ciríaco
88.9 FM
RS - Panambi
88.7 FM
RS - Putinga
101.1 FM
RS - Santo Ângelo
94.5 FM
SC - Itajaí
102.1 FM
RS - Casca
88.5 FM
RS - Não Me Toque
95.7 FM
CE - Jericoacoara
91.7 FM
MT - Sapezal
97.3 FM
PA - Redenção
91.1 FM
SP - Campinas
Rede
SC - Blumenau
89.1 FM
MA - Pinheiro
90.9
MG - Serra da Mantiqueira
98.1 FM
SP - Mogi Guaçu
102.5
SP - Ipuã
92.5
Ao Vivo
105.5 FM

Calor e multidão: saiba como se prevenir da dengue no carnaval

Brasil
Saúde
Publicado em

Clube FM

Saúde estima mais de 300 mil casos de dengue em todo país. O ministério também confirmou 54 mortes pela doença no país. DF inicia vacinação nesta sexta (9/2)

Por Francisco Artur de Correio Braziliense 

Casos de dengue podem aumentar no país à medida em que os festejos de carnaval se aproximam, estimam especialistas. A relação entre a proliferação da dengue na folia tem a ver com o comportamento do mosquito Aedes aegypti. 

Adeptos à multidão e ao calor, as aglomerações de bloquinhos e desfile de carnaval são ambientes propícios à circulação do mosquito, que tem hábitos diurnos, especialmente nas primeiras horas da manhã e no final da tarde, de acordo com Henrique Lacerda, infectologista do Hospital Brasília, da rede Dasa, no DF.

De acordo com o coordenador científico da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Alexandre Naime Barbosa, o mosquito também “gosta” de ambientes chuvosos e se sente “atraído” pelo gás carbônico emitido na expiração. 

Além dos hábitos do inseto, a proliferação da doença pode ocorrer pelo resto de água em recipientes durante o carnaval. “O acúmulo de água em garrafas, pneus e pratos de plantas também oferece condições ideais para a proliferação das larvas do Aedes aegypti“, afirmou o infectologista Henrique.

Como prevenir

Uma das formas de se proteger da dengue é tomar a vacina Qdenga. Atualmente, o imunizante no Sistema Único de Saúde (SUS) está restrito a crianças de 10 e 11 anos. Na rede privada, o valor da aplicação da Qdenga gira em torno de R$ 700, as duas doses.

Diante disso, o infectologista reforçou a necessidade se usar repelentes sem moderação. “A eliminação desses criadouros e o uso de repelentes com concentrações adequadas de DEET (acima de 30%) ou Icaridina (acima de 20%) são imprescindíveis”, contou.

Outra forma de se prevenir, acrescentou ele, é usar roupas que cubram a maior parte do corpo. A limpeza dos ambientes festivos para evitar criadouros também foi enfatizada pelo especialista. 

Cenário demanda atenção

Dados do Ministério da Saúde apontam para um cenário preocupante dos casos de dengue no país. Segundo a pasta, em informações publicadas nesta sexta-feira (9/2), 53 mortes pela doença foram registradas só neste ano (com aumento pontual nesta semana, já que na terça-feira (6/2), o número de óbitos estava em 40).

O Distrito Federal, uma das unidades da federação que mais chamam a atenção no enfrentamento à dengue, registrou nove mortes pela doença até hoje, de acordo com o painel do Ministério da Saúde. O DF está atrás do Paraná e de Minas Gerais. Ambos registraram 10 óbitos de dengue esse ano.

O DF, para combater a disseminação de dengue, executou uma série de medidas, como a instalação de um hospital de campanha na região administrativa de Ceilândia para atender apenas pacientes com suspeita e confirmação de dengue.

A capital federal também iniciou a aplicação da vacina Qdenga nesta sexta-feira, em 15 postos de saúde. Foram recebidas 71.708 doses para as crianças na faixa etária determinada pelo governo federal. 

Veja Também
Veja Mais
Aplicativo Clube
Baixe o App da Clube e fique por dentro de tudo, o tempo todo.
O aplicativo de rádio mais legal da internet. Acompanhe a sua Clube em qualquer lugar!
App Clube
Contatos