Afiliadas
Você está em:
DF - Brasília
105.5 FM
Filtrar por Regiões
Todas
Nordeste
Norte
Centro-Oeste
Sudeste
Sul
DF - Brasília
105.5 FM
MG - Belo Horizonte
96.5 FM
GO - Goiânia
Rede
CE - Jericoacoara
Rede
MA - Pinheiro
90.9 FM
MG - Bueno Brandão
88.3 FM
MG - Buritis
91.9 FM
MG - Medeiros – Circuito da Canastra
107.5 FM
MG - Divino
102.9 FM
MG - Fervedouro
90.3 FM
MG - Paraíso
103.9 FM
MG - Serra da Mantiqueira
98.1 FM
MG - Sul de Minas
103.1 FM
MG - Taiobeiras
107.1 FM
MG - Unaí
93.1 FM
MT - Sapezal
97.3 FM
MT - Vera
90.9 FM
PA - Redenção
91.1 FM
PA - Tucuruí
90.9 FM
PR - Foz do Iguaçu
Rede
PR - Palotina
99.3 FM
RO - Ariquemes
92.3 FM
RO - Conesul
100.9 FM
RO - Ji-Paraná
93.7 FM
RO - São Francisco do Guaporé
88.7 FM
RO - São Miguel do Guaporé
99.7 FM
RS - Casca
88.5 FM
RS - Ciríaco
88.9 FM
RS - Erechim
90.7 FM
RS - Panambi
88.7 FM
RS - Putinga
101.1 FM
RS - Santo Ângelo
94.5 FM
RS - Não Me Toque
95.7 FM
SC - Blumenau
89.1 FM
SC - Chapecó
104.5 FM
SC - Itajaí
102.1 FM
SP - Barretos
100.1 FM
SP - Bebedouro
91.7 FM
SP - Catanduva
106.9 FM
SP - Centro-Oeste Paulista
88.7 FM
SP - Ipuã
92.5 FM
SP - Itapeva
93.5 FM
SP - Mogi Guaçu
88.1 FM
SP - Pirassununga
90.1 FM
SP - São José do Rio Preto
88.9 FM
SP - Campinas
Rede
Ao Vivo
105.5 FM

Com chuva forte, Porto Alegre registra novos alagamentos nesta quinta

Brasil
Publicado em

Clube FM

A água voltou a cair de forma intensa na capital gaúcha e diversos bairros, que secaram nos últimos dias, estão alagados e com falhas esporádicas no fornecimento de energia elétrica

Por Henrique Lessa de Correio Braziliense*

Enviado especial em Porto Alegre — Chuvas intensas voltaram a castigar a região metropolitana da capital do Rio Grande do Sul na madrugada desta quinta-feira (23/5). Com o retorno das águas, a capital gaúcha registra alagamentos generalizados e moradores demonstram medo de volta da inundação na cidade. Durante a manhã, além da chuva forte, diversos bairros registraram falhas esporádicas no fornecimento de energia elétrica.

As chuvas de hoje fizeram diversos bairros alagarem em um tempo muito menor do que o observado nos primeiros dias de inundação deste mês. A subida muito rápida das águas é atribuída ao colapso no sistema de escoamento e drenagem da cidade, que foi obstruído pelo lixo acumulado depois das cheias na cidade.

Regiões do centro de Porto Alegre, visitadas pela reportagem do Correio na quarta-feira (22/5) e que já estavam totalmente secas, voltaram a registrar alagamentos de até meio metro. O bairro Menino Deus, na região do Hospital Mãe de Deus, já registra risco de volta do alagamento do piso térreo da unidade, que passou quase duas semanas interditada.

Com uma intensidade esperada de 200 mm, segundo a meteorologia, a água tem subido de forma rápida e gerando ondas pelas vias da capital. Marcelo Santos, que atua como entregador, disse que talvez precise interromper o trabalho. “Está chovendo mais forte do que da última vez, a água está subindo muito mais rápido e fazendo ondas nas ruas, está quase impossível conduzir a motocicleta.”

As chuvas fortes das últimas horas também comprometem os aterros realizados para permitir a passagem de veículos na principal entrada e saída da cidade. A obra emergencial chamada de corredor humanitário pela prefeitura agora apresenta enormes buracos, causando um enorme congestionamento nesses acessos.

Com a descida do nível das águas nos últimos dias, a prefeitura da capital abriu as comportas do sistema de controle das cheias, que estava apenas represando, dentro da cidade, as águas do Lago Guaíba. com a volta das chuvas, o grande medo da população é de que a cidade fique ainda mais vulnerável às cheias. O nível do Guaíba, que vinha registrando uma queda contínua nos últimos dias, voltou a subir nesta manhã, voltando à marca de 3,87 metros, acima do nível de inundação de 3 metros.

Veja Também
Veja Mais
Aplicativo Clube
Baixe o App da Clube e fique por dentro de tudo, o tempo todo.
O aplicativo de rádio mais legal da internet. Acompanhe a sua Clube em qualquer lugar!
App Clube
Contatos