Afiliadas
Você está em:
DF - Brasília
105.5 FM
Filtrar por Regiões
Todas
Nordeste
Norte
Centro-Oeste
Sudeste
Sul
DF - Brasília
105.5 FM
MG - Belo Horizonte
96.5 FM
GO - Goiânia
Rede
MT - Vera
90.9 FM
PA - Tucuruí
90.9 FM
RO - Ariquemes
92.3 FM
RO - Conesul
100.9 FM
RO - Ji-Paraná
93.7 FM
RO - São Francisco do Guaporé
88.7 FM
RO - São Miguel do Guaporé
99.7 FM
MG - Bueno Brandão
88.3 FM
MG - Buritis
91.9 FM
MG - Medeiros – Circuito da Canastra
107.5 FM
MG - Divino
102.9 FM
MG - Fervedouro
90.3 FM
MG - Sul de Minas
103.1 FM
MG - Taiobeiras
107.1 FM
MG - Unaí
93.1 FM
SP - Barretos
100.1 FM
SP - Catanduva
106.9 FM
SP - Centro-Oeste Paulista
88.7 FM
SP - Itapeva
93.5 FM
SP - Pirassununga
90.1 FM
SP - São José do Rio Preto
88.9 FM
PR - Foz do Iguaçu
93.7 FM
PR - Palotina
99.3 FM
RS - Erechim
90.7 FM
RS - Ciríaco
88.9 FM
RS - Panambi
88.7 FM
RS - Putinga
101.1 FM
RS - Santo Ângelo
94.5 FM
SC - Itajaí
102.1 FM
RS - Casca
88.5 FM
RS - Não Me Toque
95.7 FM
CE - Jericoacoara
91.7 FM
MT - Sapezal
97.3 FM
PA - Redenção
91.1 FM
SP - Campinas
Rede
SC - Blumenau
89.1 FM
MA - Pinheiro
90.9
MG - Serra da Mantiqueira
98.1 FM
SP - Mogi Guaçu
102.5
SP - Ipuã
92.5
Ao Vivo
105.5 FM

Dengue: GDF pode começar a aplicar vacina nesta sexta (9/2)

Brasil
Publicado em

Clube FM

O GDF também anunciou mais nove tendas de atendimento e hidratação no DF

Por Júlia Eleutério de Correio Braziliense

O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou, nesta quarta-feira (7/2), novas medidas de combate ao mosquito da dengue. Entre as ações estão a instalação de mais nove tendas de atendimento e hidratação, acompanhamento do DF Legal nas visitas às residências e recebimento das vacinas contra a dengue com possibilidade de início da aplicação ainda nesta sexta-feira (9/2).

Os anúncios foram feitos em coletiva, que ocorreu no Palácio do Buriti, na manhã desta quarta-feira (7/2). Sobre a vacinação contra a dengue, o secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, disse que, a princípio, a chegada das doses está prevista para sexta-feira (9/2).

“O DF receberá 194 mil doses de vacina. Tão logo essas vacinas cheguem, a SES-DF vai montar a estrutura para vacinação. Serão 35 pontos”, informou Gustavo Rocha.

O secretário explicou que, nesse primeiro momento, serão vacinadas crianças e jovens de 10 a 14 anos. “Para o nosso público alvo, a vacina é para todo mundo. Se a vacina estiver disponível na sexta-feira pela manhã, a vacinação começará na sexta-feira à tarde”, comentou. “Em maio, há a previsão de receber mais doses para imunizar a população da faixa etária alvo com a segunda dose”, disse.

Tendas surtiram efeito positivo

O secretário avaliou que as tendas de acolhimento estão sendo muito efetivas e ajudam a desafogar a rede pública de saúde. Nesse sentido, o GDF anunciou mais nove unidades.

“A instalação de tendas surtiu um efeito positivo. Hoje temos nove tendas, mas até o fim da semana, nós vamos instalar mais nove tendas. Será mais uma em Ceilândia e Samambaia, e uma em Vicente Pires, no Varjão, no Gama, em Taguatinga, no Guará, na região central do Plano Piloto e no Paranoá”, detalhou. “A ideia é fazer com que o atendimento chegue mais perto da população”, enfatizou.

DF Legal vai acompanhar visitas em casas

Ainda de acordo com o secretário, o número de recusas por parte da população para a visita dos bombeiros, militares do exército e agentes de saúde diminuiu, mas ainda há pessoas que não permitem a entrada. Sendo assim, o governo anunciou que o DF Legal vai agora acompanhar lado a lado essas visitas.

“Chegando nas residências e a pessoa não permitir a entrada, o DF Legal já estará lá para entrar”, destacou. “Precisamos que a população faça a parte dela e tenha esse esforço. Não vamos permitir que situações como essa, de recusas que as autoridades entrem, continuem”, enfatizou.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do DF (SES-DF), a capital alcançou a marca de 46.298 casos de dengue, o que representa um aumento de 1.120,6% em relação ao mesmo período do ano passado, e 11 mortes em decorrência da doença desde o começo do ano. Além disso, há a investigação de outros 45 casos suspeitos de morte pela doença.

Estiveram presentes também o secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, o diretor do DF Legal, Cristiano Mangueira, o coronel Vieira, do comando operacional dos Bombeiros.

Reforço

Além das medidas anunciadas, o GDF informou que, na terça-feira (6/2), mais de 1 mil alunos de medicina e enfermagem de unidades de ensino da capital passaram por um treinamento para que eles possam entrar nos atendimentos da dengue de forma voluntária. Outra ação é que, a partir desta semana, mais 10 carros fumacês estarão rodando nas ruas da capital.

Nesta segunda-feira (5/2), o Hospital de Campanha das Forças Aéreas iniciou os atendimentos a população para os casos leves e médios. O local fica ao lado do Hospital Cidade do Sol e da UPA I, de Ceilândia. Segundo Gustavo Rocha, a Aeronáutica pediu para que o governo disponibilizasse leitos de atendimento para casos mais graves no Hospital Cidade do Sol.

“A CLDF aprovou e permitiu que os 60 leitos da Cidade do Sol fossem geridos pelo Iges-DF durante o momento de urgência médica. Estamos esperando esse projeto de lei chegar aqui para o governador sancionar ainda hoje e os leitos serem disponibilizados”, detalhou o secretário.

Veja Também
Veja Mais
Aplicativo Clube
Baixe o App da Clube e fique por dentro de tudo, o tempo todo.
O aplicativo de rádio mais legal da internet. Acompanhe a sua Clube em qualquer lugar!
App Clube
Contatos