Afiliadas
Você está em:
DF - Brasília
105.5 FM
Filtrar por Regiões
Todas
Nordeste
Norte
Centro-Oeste
Sudeste
Sul
DF - Brasília
105.5 FM
MG - Belo Horizonte
96.5 FM
GO - Goiânia
95.9 FM
SP - Campinas
99.7 FM
CE - Jericoacoara
91.7 FM
MG - Bueno Brandão
88.3 FM
MG - Buritis
91.9 FM
MG - Circuito da Canastra
107.5 FM
MG - Divino
102.9 FM
MG - Fervedouro
90.3 FM
MG - Sul de Minas
103.1 FM
MG - Taiobeiras
107.1 FM
MG - Unaí
93.1 FM
MT - Sapezal
97.3
MT - Vera
90.9 FM
PA - Tucuruí
90.9 FM
PR - Foz do Iguaçu
93.7 FM
PR - Palotina
99.3 FM
RS - Erechim
90.7 FM
RS - Ciríaco
88.9 FM
RS - Panambi
88.7 FM
RS - Putinga
101.1 FM
RS - Santo Ângelo
94.5 FM
RO - Ariquemes
92.3 FM
RO - Conesul
100.9 FM
RO - Ji-Paraná
93.7 FM
RO - São Francisco do Guaporé
88.7 FM
RO - São Miguel do Guaporé
99.7 FM
SC - Itajaí
102.1 FM
SP - Barretos
100.1 FM
SP - Catanduva
106.9 FM
SP - Itapeva
93.5 FM
SP - Pirassununga
90.1 FM
SP - São José do Rio Preto
107.9 FM
RS - Casca
88.5 FM
RS - Não Me Toque
95.7 FM
Ao Vivo
105.5 FM

Giovanna Ewbank após cena de racismo: “Consciente dos meus privilégios”

Buzz
Celebridades
TV e Famosos
Publicado em

Clube FM

“Eu sei que eu, como mulher branca, indo lá confrontá-la, a minha fala vai ser validada. Eu não vou sair com a louca, a raivosa, como acontece com tantas outras mães pretas, que são leoas todos os dias”

Por Vinicius Pessoa / O Fuxico

Uma polêmica rondou o nome de Giovanna Ewbank desde que ela combateu uma mulher racista dentro de uma restaurante em Portual. A atriz criticou a portuguesa após seus filhos relatarem as acusações para a mãe.

Como espera-se de uma sociedade infelizmente dominada, as agressões da apresentadora do “Quem Pode, Pod”, tiveram mais repercussão do que aconteceria caso uma mulher preta falasse. Em entrevista ao “Fantástico”, Globo, a mãe de Titi, Bless e Zyan esclareceu o assunto.

“Acho que ela nunca esperava que uma mulher branca fosse combatê-la como eu fui, daquela maneira. Eu sei que eu, como mulher branca, indo lá confrontá-la, a minha fala vai ser validada. Eu não vou sair com a louca, a raivosa, como acontece com tantas outras mães pretas, que são leoas todos os dias, assim como eu fui nesse episódio”,

esclareceu.

Em seguida, Giovanna revelou que a luta antirracista não é apenas de um grupo de pessoas, muito menos exclusivamente dos pretos. Pelo contrário, os brancos e as mais diversas etnias devem entrar na luta pela igualdade.

“Hoje eu sou uma mulher muito consciente dos meus privilégios, eu sou uma mulher que está sempre rodeada de outras mulheres pretas, aprendendo diariamente. Vou fazer jus ao privilégio branco e vou combater de frente. Eu quero que todo mundo saiba, Maju, que nós não vamos combater o racismo de maneira leve, a gente vai passar por cima e fazer jus a esse tal privilégio branco”

Onda de ódio

Nas últimas duas décadas, a África vive uma grave crise econômica. Com isso, diversos imigrantes chegam ao país para tentar a vida nas novas terras. O mesmo que, 500 anos atrás, os portugueses fizeram.

A falta de adaptação com a língua, o racismo e a dificuldade financeira criaram um abismo e baixaram o padrão de diversos países na Europa, inclusive Portugal. Agora, em vez de criar planejamento para receber essas pessoas, uma onda de ódio invade o continente.

Entenda o caso

Um vídeo que viralizou nas redes sociais mostra que uma mulher branca teria dito para “tirar aqueles pretos imundos dali”, referindo-se a Títi e Bless.

Logo aparece Giovanna soltando o verbo e detonando a mulher, enquanto Bruno Gagliasso, ao seu lado, não interfere na discussão. A famosa afirma que ela merecia “um soco na cara’.

“Racista nojenta. Filha de uma p***, isso que você é. Horrorosa, feia! Olha a sua cara! Eu tenho pena de você. Você merece um soco, você merece uma porrada na sua cara!’,

disse Giovanna, com raiva.
Veja Também
Aplicativo Clube
Baixe o App da Clube e fique por dentro de tudo, o tempo todo.
O aplicativo de rádio mais legal da internet. Acompanhe a sua Clube em qualquer lugar!
App Clube
Contatos