Afiliadas
Você está em:
DF - Brasília
105.5 FM
Filtrar por Regiões
Todas
Nordeste
Norte
Centro-Oeste
Sudeste
Sul
DF - Brasília
105.5 FM
MG - Belo Horizonte
96.5 FM
GO - Goiânia
Rede
CE - Jericoacoara
Rede
MA - Pinheiro
90.9 FM
MG - Bueno Brandão
88.3 FM
MG - Buritis
91.9 FM
MG - Medeiros – Circuito da Canastra
107.5 FM
MG - Divino
102.9 FM
MG - Fervedouro
90.3 FM
MG - Paraíso
103.9 FM
MG - Serra da Mantiqueira
98.1 FM
MG - Sul de Minas
103.1 FM
MG - Taiobeiras
107.1 FM
MG - Unaí
93.1 FM
MT - Sapezal
97.3 FM
MT - Vera
90.9 FM
PA - Redenção
91.1 FM
PA - Tucuruí
90.9 FM
PR - Foz do Iguaçu
Rede
PR - Palotina
99.3 FM
RO - Ariquemes
92.3 FM
RO - Conesul
100.9 FM
RO - Ji-Paraná
93.7 FM
RO - São Francisco do Guaporé
88.7 FM
RO - São Miguel do Guaporé
99.7 FM
RS - Casca
88.5 FM
RS - Ciríaco
88.9 FM
RS - Erechim
90.7 FM
RS - Panambi
88.7 FM
RS - Putinga
101.1 FM
RS - Santo Ângelo
94.5 FM
RS - Não Me Toque
95.7 FM
SC - Blumenau
89.1 FM
SC - Chapecó
104.5 FM
SC - Itajaí
102.1 FM
SP - Barretos
100.1 FM
SP - Bebedouro
91.7 FM
SP - Catanduva
106.9 FM
SP - Centro-Oeste Paulista
88.7 FM
SP - Ipuã
92.5 FM
SP - Itapeva
93.5 FM
SP - Mogi Guaçu
88.1 FM
SP - Pirassununga
90.1 FM
SP - São José do Rio Preto
88.9 FM
SP - Campinas
Rede
Ao Vivo
105.5 FM

Golpe no Enem: PF investiga site que simula página oficial do exame

Brasil
Publicado em

Clube FM

O site falso tinha funcionalidades e layout muito parecidos com o do verdadeiro, para enganar candidatos e cobrar a taxa de inscrição

Por Mariana Niederauer via Correio Braziliense

O Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep) pediu à Polícia Federal que investigue o caso de uma página que simulava ser a oficial para inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Por intermédio desse link, golpistas enganavam candidatos ao exame e cobravam a falsa taxa de inscrição.

O instituto identificou a fraude na quinta-feira (30/5). A página direcionava a uma plataforma de pagamentos via pix ou cartões para aplicação de golpes.

“A Página do Participante do Enem, que pode ser acessada pelo portal do Inep ou pelo endereço enem.inep.gov.br/participante, está funcionando normalmente, sem registros de interferência”, informou o instituto, em nota.

Também reforçou os cuidados necessários antes do pagamento da taxa:

“É importante ressaltar que o pagamento da taxa de inscrição é feito por meio de boleto do Banco do Brasil, que só é disponibilizado ao inscrito após acesso ao sistema do exame por meio do login único do Gov.br“.

O site falso tinha funcionalidades e layout muito parecidos com o do verdadeiro. A página golpista, no entanto, não contava com o domínio .gov.br, que indica quando uma página é oficial do governo federal.

Para evitar cair no golpe, portanto, os candidatos devem ficar atentos a esse detalhe e observar também que, enquanto a página fake pede apenas para digitar o CPF, a oficial tem dois campos para acesso ao portal: entrar com gov.br e inscrição. 

Clique aqui para acessar o link correto.

Provas em novembro

Este ano, as provas do Enem serão aplicadas em 3 a 10 de novembro, em todas as unidades da Federação. O período de inscrição começou na segunda-feira (27/5) e segue até 7 de junho. Para se inscrever, é preciso acessar a Página do Participante do Enem e, além do CPF, inserir a senha do Gov.br.

Golpe tem sido usado para atrair estudantes que vão se inscrever no Enem – (crédito: Reprodução)

A taxa é de R$ 85. É possível pagar por boleto – atenção! o documento é gerado na própria página do participante -, pix, cartão de crédito, débito em conta corrente ou poupança (a depender do banco). Para pagar por pix, é preciso acessar o QR Code que consta no boleto. O prazo para pagamento da taxa é 12 de junho.

Moradores do Rio Grande do Sul (RS) terão um prazo extra para se inscrever, em razão da calamidade pública no estado. O Ministério da Educação (MEC) ainda vai divulgar o novo calendário e adiantou que haverá isenção da taxa de inscrição garantida – inclusive nos casos de justificativa de ausência na edição de 2023 reprovada.

Outras investigações

Essa não é a primeira vez que a Polícia Federal é acionada para apurar possíveis crimes ligados ao exame. Em fevereiro deste ano, por exemplo, a corporação deflagrou a operação Passe Livre. Um homem era suspeito de ter sido aprovado duas vezes no exame para o curso de medicina se passando por outras duas pessoas. Três envolvidos no crime foram alvos de mandados de busca e apreensão.

Em janeiro, a operação Limite Virtual investigou um possível vazamento ilícito da prova de 2023. Segundo a PF, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão na cidade de Sobral, no Ceará. A suspeita era de divulgação ilícita do conteúdo de prova do Enem em redes sociais.

A investigação mais recente foi finalizada este mês. A PF concluiu a investigação sobre o vazamento da prova de 2023 e identificou que uma pessoa foi contratada para aplicar a prova em Belém, tirou uma foto da redação às 13h50 e encaminhou a uma amiga, que, segundo os agentes, é professora.

Veja Também
Veja Mais
Aplicativo Clube
Baixe o App da Clube e fique por dentro de tudo, o tempo todo.
O aplicativo de rádio mais legal da internet. Acompanhe a sua Clube em qualquer lugar!
App Clube
Contatos