Afiliadas
Você está em:
DF - Brasília
105.5 FM
Filtrar por Regiões
Todas
Nordeste
Norte
Centro-Oeste
Sudeste
Sul
DF - Brasília
105.5 FM
MG - Belo Horizonte
96.5 FM
GO - Goiânia
Rede
MT - Vera
90.9 FM
PA - Tucuruí
90.9 FM
RO - Ariquemes
92.3 FM
RO - Conesul
100.9 FM
RO - Ji-Paraná
93.7 FM
RO - São Francisco do Guaporé
88.7 FM
RO - São Miguel do Guaporé
99.7 FM
MG - Bueno Brandão
88.3 FM
MG - Buritis
91.9 FM
MG - Medeiros – Circuito da Canastra
107.5 FM
MG - Divino
102.9 FM
MG - Fervedouro
90.3 FM
MG - Sul de Minas
103.1 FM
MG - Taiobeiras
107.1 FM
MG - Unaí
93.1 FM
SP - Barretos
100.1 FM
SP - Catanduva
106.9 FM
SP - Centro-Oeste Paulista
88.7 FM
SP - Itapeva
93.5 FM
SP - Pirassununga
90.1 FM
SP - São José do Rio Preto
88.9 FM
PR - Foz do Iguaçu
93.7 FM
PR - Palotina
99.3 FM
RS - Erechim
90.7 FM
RS - Ciríaco
88.9 FM
RS - Panambi
88.7 FM
RS - Putinga
101.1 FM
RS - Santo Ângelo
94.5 FM
SC - Itajaí
102.1 FM
RS - Casca
88.5 FM
RS - Não Me Toque
95.7 FM
CE - Jericoacoara
91.7 FM
MT - Sapezal
97.3 FM
PA - Redenção
91.1 FM
SP - Campinas
Rede
SC - Blumenau
89.1 FM
MA - Pinheiro
90.9
MG - Serra da Mantiqueira
98.1 FM
SP - Mogi Guaçu
102.5
SP - Ipuã
92.5
Ao Vivo
105.5 FM

Juiz nega pedido de separação através da Lei Maria da Penha à Ana Hickmann

Celebridades
TV e Famosos
Publicado em

Clube FM

O processo deve seguir tramitação na vara da família

Por Redação*

Após registrar um boletim de ocorrência contra Alexandre Correa há duas semanas por agressão, Ana Hickmann entrou com pedido de divórcio através da Lei Maria da Penha, que defende vítimas de violência doméstica.

Ana Hickmann solicitou que o juízo criminal e de violência doméstica e familiar contra a mulher conduzisse o divórcio. Após a análise, o juiz reconheceu a possibilidade conferida pela lei, mas avaliou que o caso da apresentadora não se enquadrava nessa categoria.

“É importante ressaltar, no entanto, que o reconhecimento dessa competência híbrida para o julgamento e processamento das causas cíveis e criminais ocorre quando há a existência efetiva do Juizado Especializado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, bem como a correlação da prática da violência para a análise de situações correlatas com o divórcio, sob pena de desvirtuamento e banalização da competência das Varas Especializadas”, destacou o responsável do despacho.

Por Isaque Martins supervisionado por Isabella Vieira*
Veja Também
Veja Mais
Aplicativo Clube
Baixe o App da Clube e fique por dentro de tudo, o tempo todo.
O aplicativo de rádio mais legal da internet. Acompanhe a sua Clube em qualquer lugar!
App Clube
Contatos