Afiliadas
Você está em:
DF - Brasília
105.5 FM
Filtrar por Regiões
Todas
Nordeste
Norte
Centro-Oeste
Sudeste
Sul
DF - Brasília
105.5 FM
MG - Belo Horizonte
96.5 FM
GO - Goiânia
95.9 FM
SP - Campinas
99.7 FM
CE - Jericoacoara
91.7 FM
MG - Bueno Brandão
88.3 FM
MG - Buritis
91.9 FM
MG - Circuito da Canastra
107.5 FM
MG - Divino
102.9 FM
MG - Fervedouro
90.3 FM
MG - Sul de Minas
103.1 FM
MG - Taiobeiras
107.1 FM
MG - Unaí
93.1 FM
MT - Sapezal
97.3
MT - Vera
90.9 FM
PA - Tucuruí
90.9 FM
PR - Foz do Iguaçu
93.7 FM
PR - Palotina
99.3 FM
RS - Erechim
90.7 FM
RS - Ciríaco
88.9 FM
RS - Panambi
88.7 FM
RS - Putinga
101.1 FM
RS - Santo Ângelo
94.5 FM
RO - Ariquemes
92.3 FM
RO - Conesul
100.9 FM
RO - Ji-Paraná
93.7 FM
RO - São Francisco do Guaporé
88.7 FM
RO - São Miguel do Guaporé
99.7 FM
SC - Itajaí
102.1 FM
SP - Barretos
100.1 FM
SP - Catanduva
106.9 FM
SP - Itapeva
93.5 FM
SP - Pirassununga
90.1 FM
SP - São José do Rio Preto
107.9 FM
RS - Casca
88.5 FM
RS - Não Me Toque
95.7 FM
Ao Vivo
105.5 FM

Larissa Manoela é diagnosticada com ovário policístico; entenda a doença

Celebridades
TV e Famosos
Publicado em

Clube FM

Sem causa específica, a SOP ocorre devido a uma interferência no processo de ovulação causada pelo aumento na produção de hormônios masculinos na mulher

Por Estado de Minas

A atriz Larissa Manoela, de 21 anos, usou suas redes sociais, nesta terça-feira (20/9), para desabafar sobre o resultado do seu exame de ultrassom realizado esta semana. Ela, que também tem endometriose, agora recebeu o diagnóstico de síndrome do ovário policístico.

“Ontem, através de um ultrassom detalhado, eu descobri que, além de endometriose, eu tenho também ovário policístico. Não é fácil ser mulher. O diagnóstico me assusta e confesso dar uma desestabilizada. Mas estou certa de que vou encontrar o melhor tratamento para ambas as doenças”, disse ela.

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) está entre as principais causas de infertilidade no público feminino e afeta em média 15% das mulheres em idade reprodutiva.

Sem causa específica estabelecida, o ginecologista obstetra Fernando Prado, especialista em reprodução humana, membro da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM) e diretor clínico da Neo Vita, explica que a síndrome dos ovários policísticos ocorre quando, devido ao aumento na produção de hormônios masculinos na mulher, o processo de ovulação sofre interferência. “Essa interferência pode levar à formação de cistos nos ovários e ao atraso ou interrupção da menstruação devido à falta de ovulação, consequentemente, dificultando as chances de uma gravidez natural.”

O problema é que, em muitos casos, a SOP passa despercebida e não é diagnosticada. Por isso, é fundamental prestar atenção aos sintomas e realizar consultas regulares ao ginecologista, já que, apesar de não ter cura definitiva, se não controlada, pode causar impacto significativo na saúde, estando associada a doenças cardiovasculares, diabetes e obesidade, além de risco de câncer de endométrio. “Além do atraso ou interrupção da menstruação e a dificuldade de engravidar, a pessoa que sofre com SOP pode notar outros sintomas, como ganho de peso, crescimento de pelos no corpo, surgimento de acne, inflamação e resistência insulínica”, aponta o médico.

Veja Também
Aplicativo Clube
Baixe o App da Clube e fique por dentro de tudo, o tempo todo.
O aplicativo de rádio mais legal da internet. Acompanhe a sua Clube em qualquer lugar!
App Clube
Contatos