Afiliadas
Você está em:
DF - Brasília
105.5 FM
Filtrar por Regiões
Todas
Nordeste
Norte
Centro-Oeste
Sudeste
Sul
DF - Brasília
105.5 FM
MG - Belo Horizonte
96.5 FM
GO - Goiânia
Rede
CE - Jericoacoara
Rede
MA - Pinheiro
90.9 FM
MG - Bueno Brandão
88.3 FM
MG - Buritis
91.9 FM
MG - Medeiros – Circuito da Canastra
107.5 FM
MG - Divino
102.9 FM
MG - Fervedouro
90.3 FM
MG - Paraíso
103.9 FM
MG - Serra da Mantiqueira
98.1 FM
MG - Sul de Minas
103.1 FM
MG - Taiobeiras
107.1 FM
MG - Unaí
93.1 FM
MT - Sapezal
97.3 FM
MT - Vera
90.9 FM
PA - Redenção
91.1 FM
PA - Tucuruí
90.9 FM
PR - Foz do Iguaçu
Rede
PR - Palotina
99.3 FM
RO - Ariquemes
92.3 FM
RO - Conesul
100.9 FM
RO - Ji-Paraná
93.7 FM
RO - São Francisco do Guaporé
88.7 FM
RO - São Miguel do Guaporé
99.7 FM
RS - Casca
88.5 FM
RS - Ciríaco
88.9 FM
RS - Erechim
90.7 FM
RS - Panambi
88.7 FM
RS - Putinga
101.1 FM
RS - Santo Ângelo
94.5 FM
RS - Não Me Toque
95.7 FM
SC - Blumenau
89.1 FM
SC - Chapecó
104.5 FM
SC - Itajaí
102.1 FM
SP - Barretos
100.1 FM
SP - Bebedouro
91.7 FM
SP - Catanduva
106.9 FM
SP - Centro-Oeste Paulista
88.7 FM
SP - Ipuã
92.5 FM
SP - Itapeva
93.5 FM
SP - Mogi Guaçu
88.1 FM
SP - Pirassununga
90.1 FM
SP - São José do Rio Preto
88.9 FM
SP - Campinas
Rede
Ao Vivo
105.5 FM

Portugal restringe imigração e proíbe que turistas fiquem morando no país

Brasil
Publicado em

Clube FM

Governo português acaba com a manifestação de interesse, instrumento que permitia aos estrangeiros regularizarem a situação documental junto às autoridades. Brasileiros terão tratamento facilitado para trabalhar e viver em território luso

Por Vicente Nunes — Correspondente Correio Braziliense

Lisboa — O primeiro-ministro de Portugal, Luís Montenegro, cumpriu à risca o que havia prometido durante a campanha eleitoral: apertou as regras para a imigração no país.

A partir de agora, não será mais permitido que pessoas entrem como turistas e fiquem morando, ilegalmente, em território luso até conseguirem a autorização oficial de residência.

Para a regularização dos documentos, bastava as pessoas recorrerem à manifestação de interesse, expressando o desejo de viver em terras portuguesas. Esse mecanismo, criado em 2017 e que era usado, principalmente, por brasileiros, foi extinto. Os mais de 400 mil processos em andamento serão respeitados.

Pelas novas regras, detalhadas nesta segunda-feira pelo ministro da Presidência, António Leitão Amaro, aqueles que realmente decidirem emigrar para Portugal para morar e trabalhar terão de pedir um visto de emprego nos consulados portugueses.

No caso dos brasileiros e dos demais cidadãos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), haverá uma alternativa à manifestação de interesse, mas ainda não há detalhamento sobre o instrumento, o que, segundo o ministro, será feito em breve. Há um acordo de mobilidade entre Portugal e as ex-colônias que falam português.

O objetivo claro do Plano de Ação para as Migrações, composto por quatro eixos — imigração regulada, atração de talento estrangeiro, integração humanista que funcione e reorganização institucional — e 41 medidas é limitar, sobretudo, a entrada em Portugal de pessoas oriundas de países como Índia, Paquistão, Bangladesh e Nepal.

Esses cidadãos têm enfrentado uma onda crescente de xenofobia, alimentada, sobretudo, pela extrema direita. Os portugueses mais radicais atribuem a esses imigrantes o aumento da criminalidade, o que Montenegro nega, e alegam que eles querem impor uma nova cultura no país, baseada no islamismo.

A preferência do governo português pelos brasileiros e pelos cidadãos dos demais países da CPLP está reforçada em outra medida do plano para migrações. As autorizações de residência emitidas via o acordo de mobilidade — a maioria já caducada — serão renovadas por mais um ano, conforme decreto a ser publicado até 30 de junho.

Nesse período, os portadores desses títulos serão chamados pela Agência para a Integração, Migrações e Asilos (Aima) para a recolha de dados biométricos. A autorização de residência deixará de ser impressa em papel A4 e substituída por cartões que permitirão a livre circulação pelo Espaço Schengen, da União Europeia.

Logo após o anúncio do pacote restringindo à imigração, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou um decreto tornando todas as medidas válidas.

Em nota, ele destacou que, “tendo presente a situação urgentíssima de regularização de muitos milhares de processos pendentes de autorização de residência, respeitando as situações existentes até ao presente”, o pacote elaborado pelo governo, “evita sobrecarregar os processos de regularização em curso com novas manifestações de interesse, admitidas na legislação anterior”.

O líder português espera que, com tal decisão, o Executivo resolva os mais de 400 mil processos pendentes de imigrantes que vivem em Portugal, sendo a maioria, de brasileiros.

Profissionais qualificados

Para o Luís Montenegro, diante do caos que se estabeleceu no processo migratório, não restou alternativa ao governo a não ser apertar a regulação para a entrada de estrangeiros no país.

“Acabamos com alguns mecanismos que se transformaram num abuso excessivo da nossa disponibilidade para acolher. A circunstância de termos um procedimento segundo o qual uma simples manifestação de interesse é suscetível de facilitar e descontrolar a entrada de imigrantes em Portugal teve fim hoje”, assinalou.

No entender dele, todos querem Portugal de portas abertas, mas não escancaradas.

O pacote voltado à imigração passará pelo reforço de pessoal nos consulados dos países de língua portuguesa e da Índia. A Aima assumirá o atendimento presencial dos estrangeiros, papel que havia sido delegado ao Instituto dos Registros e do Notariado (IRN), a rede de cartórios portugueses.

Haverá, também, reforço financeiro para o Observatório das Migrações visando o retorno de imigrantes em dificuldades para os países de origem, suporte maior às associações de apoio a estrangeiros e implantação de uma unidade de fronteiras na Polícia de Segurança Pública (PSP) para controlar quem entra e quem sai do país.

Veja Também
Veja Mais
Aplicativo Clube
Baixe o App da Clube e fique por dentro de tudo, o tempo todo.
O aplicativo de rádio mais legal da internet. Acompanhe a sua Clube em qualquer lugar!
App Clube
Contatos